sábado, 7 de abril de 2012

Folar da Páscoa


FOLAR DE PÁSCOA





Páscoa pede folar.
Tradicionalmente os padrinhos, na Páscoa, oferecem um folar (presente) aos seus afilhados.
Antigamente o folar que se dava era um pão doce (ou não) de massa lêveda, daí este bolo ter-lhe adquirido o nome. Hoje recorre-se a outro tipo de prendas para folar, mas o bolo folar continuará a ser chamado de folar.

Nas aldeias o folar é um produto de padaria, bastante rústico. Nas cidades é um produto de pastelaria, com alguns melhoradores de sabor, cor, textura e de apresentação, como a gelatina e afins para o brilho, com algumas excepções.

Dependendo da região do país, os folares ou são doces ou salgados.
Este é o típico da minha região, é doce e coberto com ovos cozidos. O bolo simboliza o ninho, e os ovos a geração de uma nova vida, fertilidade (tal como os coelhos - malandros, lol).
Deseja-se felicidade e prosperidade a alguém, quando se lhe oferece um folar.
Noutras regiões, no norte, o folar de Chaves é uma massa de pão, lêveda, recheada com carnes, fumadas ou não, maravilhoso, no sul, o folar de Olhão é uma massa enrolada com açúcar e canela, supermaravilhoso.
Mesmo os doces e os salgados, variam de forma e sobretudo de receita.
No doce por exemplo, há o folar com ovos na massa e sem, com ovo em cima ou não, redondo ou oval, com canela, erva-doce, raspa de limão e laranja ou sem algum destes aromas...

Os ovos que o cobrem são cozidos com casca de cebola para ficarem acastanhados.
E quem não gosta de uma boa fatia de folar, até cortada à mão, a acompanhar um dos ovos cozidos? Estes ovos cozidos, ficam sempre muito mais aromáticos e a massa do bolo que os envolve, fica muito mais macia e húmida, perfeita para mim.
O folar é óptimo no dia em que é feito, no dia seguinte, ou durante a semana. Torrado com manteiga, hummmmmmm. Mais fotos aqui.

Baseei esta receita na das Farinhas Lusitana - revista do clube n. 26.

Fiz assim...

INGREDIENTES
Para a massa:
250ml de leite morno
2 colheres (chá) de fermento biológico seco
1 ovo
110g de açúcar
570g de farinha T65
1 colher (café) de erva-doce em pó
1 colher (café) de canela em pó
100g de manteiga ou margarina amolecida

Para decorar:
ovos cozidos em casca de cebola
1 ovo (pincelar)

PREPARAÇÃO
Cozer os ovos em água com cascas castanhas e secas de cebola e sal. Escorrer e reservar.

Na MFP:
Na cuba da MFP, juntar os ingredientes pela ordem mencionada.
Seleccionar o programa "Massa" e deixar prosseguir até ao fim, o que inclui levedar. A massa no início parece pegajosa, mas com o amassar e levedar irá ficar macia, elástica e desprende-se.

À mão ou na batedeira:
Na tigela colocar a margarina amolecida, o açúcar, o ovo e bater. Acrescentar a canela e a erva-doce, o fermento e o leite morno. Bater com a colher de pau ou na batedeira com a pinha. Juntar a farinha com a colher de pau ou na batedeira com os ganchos da massa. Deixar levedar, tapado com um pano e cobertor, sensivelmente 1h30 ou até duplicar de volume.

Em ambos os processos:
Retirar a massa, que estará macia, e separar desta um pedaço equivalente a uma tangerina, para a decoração.
Dividir a massa, para dois folares, ou tomá-la toda, para um só folar, e na pedra enfarinhada moldar uma bola com a massa do folar, enrolando os lados para baixo e para dentro, tornando a superfície lisa.
Enfarinhar um tabuleiro forrado com papel vegetal ou tapete de silicone e moldar o folar. Com a mão fazer no centro as covas para os ovos. Colocar os ovos fazendo pressão para que se enterrem.

Dividir a massa, que foi separada para decoração, em número igual ao dos ovos usados e fazer rolinhos em cada porção. Dividir cada rolo a meio e fazer uma cruz em cima de cada ovo. Com o dedo empurrar as extremidades dos rolos, como se estivéssemos a fazer um furo na massa.

Pincelar com o ovo batido e deixar descansar 15min. enquanto o forno aquece.
Levar ao forno pré-aquecido, a 180ºC durante 30-35min.

Retirar e deixar arrefecer numa rede.

Rende 1 folar com 1,2kg.



NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Para obter uma receita mais tradicional, substituir metade do leite por água morna e não juntar o ovo na massa;
- A margarina que usei  tem uma cor amarela, o que pode ter contribuído para a cor da massa;
- A quantidade de canela e de erva-doce pode ser aumentada a gosto;
- O tapete de silicone permite que o lar não fique seco ou queimado.

http://paobolosecia.blogspot.pt

Sem comentários:

gif

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Seguidores

Receitas de Comida Cubana

Galette des Rois

28 de Fevereiro


GPOYW- It’s my Birthday… damn it.